quarta-feira, 2 de outubro de 2013

6 anos

Há seis anos atrás já sabia o que te esperava, o que nos esperava...o dr veio ter connosco e disse que o teu estado era irreversível que estavas confortável mas...pouco havia a esperar... aliás, esperava-se tudo!
O fim...não queria acreditar naquelas palavras achava que estavas a passar um mau bocado mas que ias reagir até ouvir aquilo. Caiu tudo por terra achei que ia desmaiar de tanta dor tinha que comunicar aos amigos e familiares a tua situação. Nessa tarde e noite ficamos contigo não consigo explicar o tamanho da dor!
Queria acordar-te, levar-te para casa, mimar-te mas só me restava esta última, abraçar-te e dar-te muitos beijinhos porque esses eram os últimos.
Vim para casa e nessa madrugada perto mas três horas da madrugada fui acordada pelo meu marido a dizer que eu estava com um pesadelo, a chorar e a falar com uma linguagem estranha voltei a adormecer. Ele levantou-se passado umas horas para ir trabalhar, pouco tempo depois senti-o de volta assim que olhei para ele entendi tudo...tinhas morrido, tinham telefonado do hospital.
Meu Deus!!!
O pior tinha acontecido já não estavas perto de mim, já te tinham levado para longe mas não para sempre porque um dia vamos nos voltar a encontrar!
Quando recebi a certidão de óbito tinhas falecido ás três da manhã na hora que eu tive o pesadelo e falei sózinha nunca vou esquecer!!!

3 comentários:

Natália disse...

Beijinhos.

Eu sei que dói.

Mas sabes que agora a tua Mãe é uma estrelinha linda no Céu sempre a olhar por ti.

Lina Querubim disse...

sim mas não chega...

Marie disse...

É verdade, Lina, tens o melhor anjinho de guarda que alguém pode desejar...
Adoro-te, princesa.
Beijo grande
T.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...